Você já ouviu falar do Protocolo AFLS? A Avaliação de Habilidades de Vida Funcional, em tradução livre, é uma ferramenta de avaliação de habilidades para ensinar crianças, adolescentes e adultos com dificuldades de desenvolvimento. E ajuda nas habilidades essenciais que os indivíduos precisam para alcançar a independência e a autonomia.

O Protocolo AFLS foi criado com o objetivo de ajudar a pessoa a adquirir habilidades para ter uma vida funcional.

Vale destacar que crianças com autismo ou outros  problemas comportamentais ou de desenvolvimento podem ter dificuldade em aprender e desenvolver as habilidades vitais necessárias para serem mais independentes.

Portanto, é importante que pais, professores e profissionais que trabalham com essas crianças forneçam uma base que as ajude a alcançar o mais alto nível de independência possível.

 

Como funciona?

O protocolo AFLS inclui protocolos de avaliação diferentes que avaliam habilidades funcionais, práticas e essenciais da vida cotidiana.

Além de uma avaliação, o AFLS ajuda a rastrear e monitorar o progresso de soluções que permitem que as habilidades avaliadas sejam rastreadas para o progresso ao longo de muitos anos. Entre as habilidades, podemos citar:

Habilidades básicas da vida

São avaliadas como funciona o autocuidado, as formas de manter a higiene, rotinas e habilidades básicas de comunicação.

As habilidades avaliadas no Protocolo de Avaliação de Habilidades Básicas de Vida devem ser consideradas um pré-requisito para qualquer programa de habilidades funcionais. Entre as atividades, inclui: autogerenciamento, comunicação básica, como se vestir, toalete, higiene, saúde, segurança e primeiros socorros e rotinas noturnas.

Habilidades domésticas

Esteja morando com os pais ou sozinho, o autista precisa treinar as habilidades necessárias para viver em uma casa. Por isso, ajuda a criança ou jovem a preparar suas refeições em casa, tarefas de limpeza, lavar roupas, por exemplo.

Habilidades de participação na comunidade

A participação na comunidade começa com o aprendizado de atividades do dia a dia. É o caso de ensinar a atravessar a rua, usar transporte público, fazer compras no mercado e ir ao restaurante, por exemplo.

A capacidade de contar o tempo e usar conceitos relacionados ao tempo, marcar e manter compromissos, usar um telefone e outras habilidades para ajudar os alunos a permanecerem conectados e interagirem com outras pessoas também são avaliadas. Também avaliam-se a forma como lidam com o dinheiro.

Habilidades escolares

Esta avaliação abrange todos os níveis etários de educação: ensino fundamental, ensino médio, ensino médio, faculdade. Considera o nível de desenvolvimento do indivíduo em relação a linguagem, comportamento e habilidades cognitivas.

Também avalia: como é a estrutura da sala de aula, a rotina e expectativas, refeições na escola, habilidades sociais, recursos tecnológicos, conhecimentos adquiridos.

Habilidades vocacionais

Este protocolo ensina habilidades essenciais a alunos que se preparam para ingressar no mercado de trabalho ou àqueles que já estão trabalhando, mas desejam desenvolver habilidades.

Abrange habilidades relacionadas à busca de um emprego e preparação para entrevistas. Também avalia as relações com colegas de trabalho e conhecimentos específicos.

 

Vantagens do Protocolo AFLS

  • Pode ser utilizado a qualquer hora e em qualquer lugar – em casa ou na escola;
  • É fácil de entender: é escrito em uma linguagem prática e não muito técnica;
  • Simples de usar: fornece um passo a passo com exemplos e métodos, tornando o sistema fácil para todos;
  • Acessível e personalizável: é mais barato do que outras ferramentas de avaliação do autismo e pode ser personalizado de acordo com as necessidades de qualquer aluno a qualquer momento.

 

Referências:

https://functionallivingskills.com/functional-living-tools/

https://life-skills.middletownautism.com/background/assessment-life-skills/assessment-functional-living-skills-afls/