Método TEACCH e os benefícios para os autistas

Modelo TEACCH e os benefícios para os autistas

O modelo TEACCH é um programa educacional e clínico criado a partir de um projeto de pesquisa que observou atentamente os comportamentos de crianças autistas em diferentes situações.

Ele possui o objetivo de apoiar o autista a chegar à idade adulta com o máximo de autonomia possível. Traduzido do inglês, o método significa Tratamento e Educação para Autistas e Crianças com Déficits Relacionados com a Comunicação.

O TEACCH foi desenvolvido por pesquisadores que desejavam uma abordagem mais eficaz e integrada para ajudar as pessoas com autismo. O TEACCH é um programa acadêmico baseado em evidências que leva em consideração que os autistas são aprendizes visuais e por isso os professores devem adaptar o estilo de ensino e as estratégias de intervenção.

Como funciona o TEACCH?

O modelo TEACCH usa uma avaliação conhecida como PEP-R (Perfil Psicoeducacional Revisado). Por meio dela, é possível avaliar a criança e identificar seus pontos fortes e seus interesses, assim como as dificuldades. A partir daí, é possível desenvolver um programa individualizado.

Para ser efetivo, o TEACCH realiza uma adaptação do ambiente para facilitar a compreensão da criança ao mundo ao seu redor. O modelo tem o objetivo de melhorar a independência do aluno.

Tem como princípios que o ambiente organizado, o ensino estruturado e a previsibilidade contribuem para melhorar o desenvolvimento e a aprendizagem de pessoas com autismo.

O modelo TEACCH dá a estrutura e a organização necessária para que a pessoa autista compreenda o seu ambiente e tenha autonomia em casa, no trabalho e na escola.

Utilizam também instruções visuais para aumentar o poder de comunicação dos autistas. Alguns exemplos: objetos sinalizadores, fotografias, ícones, escrita e sinalizadores do ambiente.

Há também o uso da agenda de imagens para sinalizar a rotina pessoal e de marcações visuais no ambiente –  com fotografias, ícones ou palavras – para ajudar no dia a dia a realizar tarefas simples e compreender o que está sendo dito e solicitado para o autista. Assim como qualquer outra agenda, ela ajuda a organizar a rotina da criança. Pode conter imagens ou textos.

Um modelo eficaz

O TEACCH tem se mostrado bastante eficaz na melhora das habilidades sociais e de comunicação. Além disso, reduz comportamentos inapropriados, melhora a qualidade de vida e reduz o estresse familiar. Os autistas que usam o modelo ganham mais autoconfiança e trabalham de forma produtiva e independente.

Uma  revisão realizada com mais de 150 estudos de intervenção sobre autismo constatou que o TEACCH apresentava mais benefícios educacionais do que qualquer programa reconhecido. Esses benefícios incluíam maior aprendizado e melhora nas habilidades motoras.

Prioridades e princípios básicos do TEACCH:

  • Foco na pessoa, em suas habilidades, interesses e necessidades;
  • Compreensão do autismo e identifica as diferenças por meio de avaliações individuais;
  • Utilização de estruturas visuais para organizar o ambiente e as tarefas que serão ensinadas;
  • Apoiar os autistas durante as atividades de lazer e sociais;
  • Ensinar de forma flexível;
  • Ambiente de aprendizado estruturado;
  • Adaptação dos objetivos ao nível evolutivo do autista, evitando distrações e manter a motivação usando reforços apropriados;
  • Uso de horários individualizados;
  • Sequência de tarefas diárias por diferentes meios, como desenhos e fotografias.
  • É desenvolvido para pessoas com TEA, de todas as idades e níveis de habilidade.

Saiba um pouco mais sobre o TEACCH

O modelo TEACCH foi desenvolvido na década de 1960 no Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina na Universidade da Carolina do Norte, nos EUA. O modelo TEACCH foi uma resposta do governo ao movimento crescente dos pais que reclamavam da falta de atendimento para as crianças com autismo.

O TEACCH foi usado em salas especiais de escolas públicas nos Estados Unidos. E acabou sendo estabelecido como um programa estadual em 1972 e se tornou um modelo para outros programas em todo o mundo. 

Referências

https://www.autism.org.uk/about/strategies/teacch.aspx

https://teacch.com/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21834171

Posts Relacionados